Por Edivaldo | data: 29/01/2016 | 6428 Leituras

Como Fazer Uma Planilha de Fluxo de Caixa

Olá, pessoal.
Estamos de volta com mais um tutorial de Planilhas de Excel. Depois de aprender como fazer uma planilha de controle de estoque, é a vez de aprender como fazer uma planilha de FUXO DE CAIXA.
Este modelo de planilha é mais simples, ou talvez o termo mais adequado seria, mais compacto, ou mais resumido.
As planilhas que são feitas por Tudo Excel, são planilhas compactas, bem definidas e com relatórios resumidos, porque entendemos, que planilhas são para se olhar e entender rapidamente. Quem necessita de um fluxo de caixa amplo e mais complexo, nós aconselhamos um sistema ERP. E sabe porque nós temos essa visão? É justamente porque planilhas necessitam de muitas funções e se por algum engano uma dessas funções for apagada, ou modificada, a planilha toda deixará de funcionar corretamente.

Vamos para o Primeiro Passo, na construção da planilha de fluxo de caixa.
Fluxo de caixa é a entrada e saída de dinheiro no caixa, é basicamente isso. Existem definições mais complexas, mas definitivamente é isso.
Primeiro vamos abrir o Excel e renomear a Planilha1, para JAN – do mês janeiro.
Selecione as células A1 e B1. Procure na barra de ferramentas MESCLAR E CENTRALIZAR – clique nessa ferramenta para transformar as duas células em apenas uma. Digite JANEIRO – este é o mês que vamos começar com a planilha.
Faça a mescla das células C1 e D1 e digite Lançamentos. Em seguida crie as seguintes colunas na linha 2, começando pela coluna A.

Dia,  Crédito, Débito, Documento, Observação ou Descrição

Na coluna DIA: A2- digite em A3 o dia correspondente ao mês. Exemplo: 1, ou 2, ou 3… na célula A4 digite mais dias, em A5 faça mais testes digitando mais dias.
Na coluna Crédito: B2 – adicione um valor simbólico para entrada de dinheiro.
Na coluna Débito: C2 – digite um valor simbólico para a saída de dinheiro.
Na coluna Documento: D2 – digite o nome do documento, ou alguma referência do lançamento – Opcional.
Na coluna Observação, Descrição: E2 – digite alguma informação que tenha referências com os lançamentos. Isso é opcional.

planilha-fluxo-de-caixa2

Pode ser feito diversos lançamentos no mesmo dia, logo, pode ser digitados dias repetidos nas linhas seguintes. Se fizer 10 lançamentos no mesmo dia digite dez vezes o número correspondente ao dia.

Essa foi a primeira parte da planilha, agora vamos para a parte de cálculos.

Neste exemplo, nós pulamos uma coluna. Se você está seguindo nosso exemplo, essa coluna é a F. Então vamos começar na coluna G, mesclando H1, H1, I1 e digitando a função =A1 para pegar o nome do mês.
Depois vamos mesclar as células J1 e K1 e digitar Resumo por Dia.
Crie as colunas: DIA, CRÉDITOS, DÉBITOS e SALDO
Na coluna DIA, digite de 1 a 15, para a primeira quinzena, começando em H3.
Na coluna Créditos, na célula I3 digite a função =SOMASE($A$3:$A$32998;H3;$B$3:$B$32998)
Esta função só vai somar os lançamentos de créditos correspondentes ao dia da linha a esquerda. Tudo que foi lançado como crédito, mesmo que tenha repetido o dia várias vezes, essa fórmula soma tudo e resume em apenas uma célula. Legal, não é? Veja a foto ilustrativa!

planilha-fluxo-de-caixa3

Na coluna Débitos, vamos criar a mesma função, embora seja para débitos, começando na mesma linha, que é a J3 se você estiver seguindo nosso exemplo.
E na coluna SALDO, nós vamos subtrair o débito do crédito. Este será o saldo extraído. Essa função certamente você já sabe usar.
Dica: Na coluna G, de G3 a G17, mescle estas células, para se transformar em apenas uma célula e formate-a, com o alinhamento do texto, vertical. Procure as ferramentas de formatar células.
Preencha com as cores desejada. Pintar as planilhas dá mais vida.
Logo abaixo do dia 15, crie os totais, com a fórmula SOMA, para calcular os lançamentos totais da primeira quinzena em créditos, débitos e saldo. Nós vamos chamar isso de SUBTOTAIS. Ainda na coluna SALDO, crie uma formatação condicional, para diferenciar os saldos negativos dos positivos. Neste site nós ensinamos como criar formatação condicional.

Pronto. A primeira quinzena já está feita, vamos copiar e colar tudo isso para a segunda quinzena, com as mesmas funções, apenas modificando os dias e verificando as referências das fórmulas, para a segunda quinzena.
Depois de ter feito toda a segunda quinzena é hora de calcular os totais do mês. Faça essa tabela abaixo das demais e some os saldos da primeira quinzena com os saldos da segunda quinzena, para obter os totais mensais dos lançamentos.

Tudo feito, o mês de janeiro já está pronto, está na hora de fazer os testes, com valores fáceis de calcular, para ver se a planilha está calculando corretamente. Se tudo estiver correto, basta criar mais tabelas para todos os meses e copiar e colar toda a planilha de janeiro, que acabamos de fazer. Depois mudar o nome do mês correspondente e fazer novos testes preenchendo as células com os lançamentos simbólicos.

Fazer Parte 2 – Clique Aqui para fazer a segunda parte da planilha

 

Não quer perder tempo? Clique aqui e compre essa planilha prontinha

 

Gostaríamos de saber se ficou alguma dúvida sobre: Como Fazer Uma Planilha de Fluxo de Caixa. Por favor deixe seu comentário, ou faça sua pergunta.

Você deve estar Logado para postar comentários, ou crie um registro em Tudo Excel.