Fazer Planilha de Fluxo de Caixa, Parte 2

Por Tudo Excel | 29 jan 2016 | 3768 acessos

Essa é a segunda parte para fazer a planilha Fluxo de Caixa, Clique Aqui Para Acessar a Parte 1

Olá. Você aprendeu como fazer uma planilha de flux de caixa, baseada na entrada e na saída de dinheiro do caixa e agora vai aprender fazer todo o resumo mensal dessa planilha.

Essa parte da planilha é mais fácil, para criar o resumo, vamos preencher a célula A1 com a palavra ANO, B1 com o ano, exemplo: 2016. Depois mescle as células C1 e D1 e digite RESUMO ANUAL.

Crie os cabeçalhos da tabela:

Meses – digite os meses, um por linha

Créditos – preencha com a fórmula, para buscar o resultado da planilha que corresponde ao mês e ao tipo de lançamento de crédito.

Débitos – preencha com a fórmula, para buscar o resultado dos débitos correspondente ao mês.

Saldos, Lucro – Preencha com a fórmula para buscar o resultado do saldo do mês correspondente.

Nota: todas estas funções podem ser feitas digitando o sinal de igual e clicando nas tabelas correspondentes e nas referências. O Excel vai buscar os valores com essa fórmula e atualizar automaticamente de acordo com os lançamentos.

planilha-fluxo-de-caixa1

Na primeira parte nós definimos fluxo de caixa como entrada e saída de dinheiro no caixa, mas isso não quer dizer que seja apenas no caixa de uma loja, supermercado, etc. Levar em consideração o CAIXA tudo que se recebe, ou paga, débito, ou crédito, entrada e saída de dinheiro na conta, no financeiro da empresa, etc.

Temos alguns tipos de fluxo de caixa.

  • Operacional – é o tipo de fluxo que se refere ao de caixa gerado pelas operações de uma empresa, como por exemplo, receitas, custos, despesas administrativas. O fluxo de caixa operacional está diretamente ligado a demonstração de resultados DRE e variação no capital de giro.
  • Financiamento– Atividades de financiamento são as formas de obter recursos e repagá-los, como por exemplo, um empréstimo, um aporte de capital, pagamento de uma dívida, etc. O fluxo de caixa financeiro está diretamente ligado a empresas que financiam suas necessidades por recursos e paga suas obrigações com investidores, bancos e credores em geral.
  • Investimento– Atividades de investimentos são formas em que a empresa aloca recursos em ativos que trarão benefícios futuros, como por exemplo, uma nova máquina em uma nova unidade, capital de giro, pesquisa e desenvolvimento, ou a compra de outra empresa.

Outro tipo de fluxo de caixa muito comum em avaliação de empresas é o Fluxo de Caixa Livre. Este fluxo de caixa é a soma do fluxo de caixa operacional x o fluxo de investimento.

Esperamos ter contribuído para melhorar o controle dos vencimentos de sua microempresa, e de suas contas pessoais. Não deixe de ver como fazer a planilha de controle de estoque, que dividimos em 5 partes.

 

Volte para a parte 1 desse tutorial:  Clique Aqui

 

Não quer perder tempo? Clique aqui e compre essa planilha prontinha

 

Acesse outras formas de aprender como trabalhar com fluxo de caixa no SEBRAE

 

 

Gostaríamos de saber se ficou alguma dúvida sobre: Fazer Planilha de Fluxo de Caixa, Parte 2. Por favor deixe seu comentário, ou faça sua pergunta.

 

 

Envie um comentário, ou faça uma pergunta: