As 8 principais funções do Excel para finanças

SalvarSalvoRemovido 0
Dê um Like ❱❱+3
Dê um Like ❱❱+3

Se você quer aprender o Excel em finanças, comece com as 10 principais funções do Excel para finanças. Tudo Excel tem uma missão para ajudá-lo a progredir em sua carreira com aprendizado em planilhas. E ser um especialista no Excel é uma grande parte disso.

Neste artigo, vou detalhar o que acredito ser as funções mais importantes do Excel para profissionais de finanças .

Se você seguir o seu caminho nesta lista, estou confiantes de que você estará bem preparado para ser um analista financeiro experiente no Excel.

8 principais funções do Excel para finanças em detalhes

8 principais funções do Excel para finanças

Aqui estão 8 principais funções e fórmulas importantes, que você precisa conhecer, de foma simples. Siga este guia e você estará pronto para resolver qualquer problema financeiro no Excel.

Deve-se notar que, enquanto cada uma dessas fórmulas e funções são úteis independentemente, também podem ser usadas em combinações. O que as tornam ainda mais poderosas. Vamos apontar essas combinações sempre que possível.

1 - A Função XVPL para Finanças

Fórmula: = XVPL (taxa, valores, datas)

A fórmula número 1 no Excel para profissionais de finanças tem que ser XVPL. Qualquer análise de avaliação destinada a determinar o valor de uma empresa precisará determinar o Valor Presente Líquido - VPL de uma série de fluxos de caixa.

Ao contrário da função VPL regular no Excel, o XVPL leva em conta datas específicas para fluxos de caixa e portanto, é muito mais útil e precisa.

2 - A Função XTIR para Finanças

Fórmula: = XTIR (valores, datas, [estimativa])

A função XTIR está sempre relacionada ao XVPL. XTIR determina a taxa interna de retorno para uma série de fluxos de caixa, dadas datas específicas.

A XTIR deve sempre ser usado sobre a fórmula regular de TIR, pois é muito improvável que os períodos de tempo entre os fluxos de caixa sejam exatamente os mesmos.

XTIR é uma das principais funções do Excel em Finanças e é muito fácil de resolver.

3 - A Função XMTIR para Finanças

Fórmula: = MTIR (fluxos de caixa, custo do empréstimo, taxa de reinvestimento)

Igualmente importante, esta outra variação da taxa interna de retorno, para os profissionais de finanças. O M significa Modificado. E esta fórmula é particularmente útil se o dinheiro de um investimento é investido em um diferente.

Por exemplo, imagine se o fluxo de caixa de uma empresa privada fosse então investido em títulos do governo. Já que a empresa não tem bom uso para que o fluxo de caixa seja reinvestido no negócio.

Se o negócio está retornando alto e produz uma TIR de 15%, mas o dinheiro ao longo do tempo é reinvestido em um vínculo de apenas 7,5%, a TIR combinada será muito inferior a 15%.

4 - A Função PGTO para Finanças

Fórmula: = PGTO (taxa, número de períodos, valor presente)

PGTO é uma função essencial no Excel, para profissionais de finanças que trabalham com modelagem financeira de imóveis. A fórmula é mais facilmente pensada como uma calculadora de pagamento de hipoteca.

Dada uma taxa de juros e um número de períodos de tempo, como: anos e mesese, por exemplo, o valor total do empréstimo - ou seja, hipoteca, pode facilmente calculado o quanto se tem que pagar.

NOTA: Lembre-se de que isso produz o pagamento total, que inclui o principal e os juros.

5 - A Função IPGTO para Finanças

Fórmula: = IPGTO (taxa, período atual #, número total de períodos, valor presente)

A função IPGTO calcula a parcela de juros de um pagamento fixo da dívida. No entanto, esta função do Excel funciona muito bem em conjunto com a função PGTO. Ao separar os pagamentos de juros em cada período, podemos chegar aos pagamentos principais em cada período, tirando a diferença de PGTP e IPGTO.

Um exemplo, para que você entenda, é calcular o pagamento de juros no ano 5, que é de R$ 550.000,00 em um empréstimo de 30 anos com uma taxa de juros de 5,5%. A função IPGTO faz este cálculo, para você no Excel.

6 - A Função EFETIVA para Finanças

Fórmula: = EFETIVA (taxa de juros, nº de períodos por ano)

Esta função financeira em Excel retorna a taxa de juros anual efetiva para composição não anual. Esta é uma função muito importante no Excel para profissionais de finanças. E particularmente aqueles envolvidos com empréstimos ou empréstimos.

7 - A Função TAXA para Finanças

Fórmula: = TAXA (# de períodos, pagamento do cupom por período, preço do título, valor nominal do título, tipo)

A função TAXA pode ser usada para calcular o rendimento até o vencimento para uma segurança. Isso é útil ao determinar a taxa média anual de retorno obtida com a compra de um título.

8 - A Função VF para Finanças

Fórmula: = VF (taxa, # de períodos, pagamentos, valor inicial, tipo)

A função VF é ótima se você quiser saber quanto dinheiro terá no futuro, dado um saldo inicial, pagamentos regulares e uma taxa de juros combinada.

Por exemplo: digamos que você investiu R$ 2 milhões, se ele crescer a 5% ao ano durante 10 anos, esta função lhe mostra o resultado do total do investimento corrigido.

Você viu as 8 principais funções do Excel para finanças, porém a lista é imensa e não menos importante.


Edivaldo. Louco por funções e fórmulas de Excel, adoro fazer planilhas e compartilhar meus conhecimentos com as pessoas. Seja bem-vindo. Eu amo fazer isso e quero compartilhar com você!

4 Comentários
  1. Prezado Edivaldo, antecipadamente agradeço sua possível ajuda. Tenho um problema com a XITR e não encontro a solução. Tenho uma série de datas e uma série de valores (um fluxo de caixa). Por algum motivo que desconheço, a fórmula dá o resultado zero. Me parece que isso está de alguma forma relacionado com os valores do fluxo, pois, se diminuo algum deles, a fórmula passa a trazer um valor. Tento colar abaixo a série. Se eu pego, por exemplo, e substituo o valor de - 240 mil por - 220 mil, XTIR passa a trazer algum valor.

    31/01/19 -94.083,41
    31/01/19 7.770,59
    31/01/19 -2.373.852,00
    04/02/19 -160.000,00
    08/02/19 64.000,00
    12/02/19 20.000,00
    13/02/19 26.000,00
    14/02/19 220.000,00
    22/02/19 210.000,00
    25/02/19 30.000,00
    27/02/19 -30.000,00
    28/02/19 -76.000,00
    28/02/19 -240.000,00
    28/02/19 -3.089,03
    28/02/19 2.197.819,00

    • Oi Fernando Lameirinhas.

      Eu não sei bem o que acontece, porque eu não tenho a planilha com esta função. Um conselho: reveja todas as datas e valores das partes que apresentam erros.

  2. Trabalho em hotelaria e preciso montar uma fórmula que englobe dois fatores, conforme o exemplo abaixo.

    Valor diária: R$ 216,00
    Taxa ISS: 5%
    Calculo: 216-5% = 205,2

    Porém quando se faz o contrário, os valores mudam e acaba não batendo com o valor da diária e o sistema que usamos necessita que o valor resultante seja exatamente igual ao da diária.

    Valor diária: R$ 216,00
    Taxa ISS: 5%
    Calculo: 205,20+5% = 215,46

    Essa diferença de 0,54 centavos precisa ser compensada, então vamos na base do chute, até achar o resultado que seja correspondente ao preço exato da diária sem a taxa.

    Valor diária: R$216,00
    Taxa ISS: 5%
    Calculo:R$205,72+5% = 216,00

    Como desenvolver uma formula que consiga chegar ao valor, do exemplo, de R$205,72, considerando que as diárias tem preços variáveis?

    • Olá Fausto.
      Se há divergência na fórmula de porcentagem do Excel, com a taxa do teu sistema, então é impossível calcular. Matemática é uma ciência exata e o Excel usa a ciência exata.

      Se eu entendi, os valores que você usa não vai dar certo, exceto o último. Eu não sei que fórmula você usou, mas tente isso: =205,72*(1+5%)

      O resultado vai ser 216,006. Então diminua as casas decimais para mostrar 216,01. Ou exclua as casas decimais na planilha, para ficar simplesmente 216.

      Dúvidas? Veja esta página:

      https://www.tudoexcel.com.br/planilhas/funcao-para-calcular-porcentagens-1138.html

Deixe uma Comentário

Logo
Registrar Nova Conta
Redefinir Senha